Santos

São José, espelho da paciência

0
Reprodução internet
Compartilhe nossos posts em suas redes

 

A Santa Igreja chama São José espelho da paciência. Esta palavra tem como raiz o verbo latino “patior”, que quer dizer “sofrer”. A pessoa paciente é a que aceita, sem se irritar, os acontecimentos adversos e desagradáveis, as dores do corpo e as tribulações da alma. São José teve tantos reveses em sua vida, tantas coisas que não entendeu!

Fez voto de castidade perpétua, não usando do matrimônio, a conselho de sua esposa e a vê com sinais de maternidade. Quanto sofreu perante este mistério, até que o Anjo do Senhor o esclareceu!

Vê Aquele que lhe foi dito ser o Filho de Deus, o Messias esperado, nascer em uma manjedoura em vez de um palácio. Fugir na calada da noite para o Egito, onde permaneceu vários anos, em terra desconhecida, de língua e costumes diferentes e no meio dos pagãos.

Leia também:

Depois, a ida a Nazaré, onde via o seu Deus aprendendo o ofício de carpinteiro e ganhando com ele o pão de cada dia. E morre sem ver a glória do seu Jesus, seu Messias. Quanto sofrimento e, humanamente, uma vida de decepções. Não viu nada daquilo pelo qual tanto sofreu. Sempre paciente. Sempre confiante na Divina Providência.

Ó São José, nos ajude a sofrer e a ver em cada cruz, em cada revés, a Mão Paternal de Deus guiando nossos passos para o Bem que não tem fim.

Santa Teresa diz no livro da sua vida:

“Tendo 22 anos de idade, me encontrando tão jovem ainda e atacada de paralisia, vendo o triste estado a que me tinham reduzido os médicos da Terra, resolvi me dirigir aos médicos do Céu.

Tomei, então, por advogado e protetor, o glorioso São José, que me concedeu o seu socorro da forma mais visível. 

Este bem-amado pai da minha alma se apressou a me livrar das angústias e enfermidades que vitimaram meu corpo, me livrou mais tarde de perigos de um e outro gênero, bem mais graves, pois que me ameaçavam de me perder eternamente.

Não me recordo que ele jamais me tenha recusado alguma coisa e até me tem dado sempre aquilo que nem eu sequer sabia desejar.

São José fez resplandecer em mim o seu poder e bondade. Graças a ele recobrei as minhas forças, me levantei, caminhei e fiquei livre da minha paralisia.

É algo maravihoso enumerar a quantidade de graças de toda ordem, com que o Senhor me tem cumulado, e os perigos, tanto do corpo como da alma, de que me tem livrado pelos merecimentos do meu bem-amado patrono.”

São José, rogai por nós!

Você sabe por que julho é o mês do Preciosíssimo Sangue de Cristo?

Previous article

Começou a Expo Católica 2024

Next article

You may also like

More in Santos

Comments

Comments are closed.