Santos

Vida, Frases e Testemunho de Santo Inácio de Loyola – 31 de Julho

0
Compartilhe nossos posts em suas redes

Santo Inácio nasceu na Espanha, em Loyola, no ano de 1491. Era de família nobre e rica; o mais novo de 12 filhos e por isso recebeu a tonsura quando tinha 14 anos de idade.

A tonsura é um corte rente de parte do cabelo, geralmente de forma arredondada, realizado numa cerimônia religiosa. O significado original era o de renúncia às vaidades mundanas. Caiu em desuso, com a aprovação tácita da autoridade eclesiástica de Paulo VI, entretanto a Ordem Franciscana mantém, ainda hoje, essa tradição. Em todas as representações franciscanas, seus membros apresentam a tonsura no alto da cabeça.

Mas Inácio preferiu seguir a carreira militar. Ambicioso de crescer como cavaleiro, ele de fato foi educado pela sua família para ser um excelente cavaleiro.

Aconteceu que na defesa do Castelo de Pamplona, Inácio quebrou a perna e por isso teve que ficar muito tempo imobilizado e nunca se recuperou bem daquela perna. Mas Deus tirou um grande bem de todo aquele mal.

Esse tempo em que teve que ficar parado, cansou de ler os contos das Guerras e dos grandes feitos, e recebeu um livro da vida de Cristo e também da vida dos Santos. Aquilo tocou profundamente o seu coração dando sentido a todo o seu sofrimento, que não era apenas um sofrimento físico da perna quebrada, mas também o sofrimento emocional porque sabia que não poderia se tornar o grande cavaleiro que tanto desejava ser.

Porém, lendo a vida de Jesus e dos Santos, descobriu que poderia se tornar um cavaleiro ainda maior; um cavaleiro do Céu, um cavaleiro do Senhor dos senhores. E lendo a vida de São Francisco e de São Domingos, ele chegou a seguinte conclusão:

“São Francisco fez isso, pois eu devo fazer o mesmo. São Domingos fez isso, pois eu tenho também de fazer”.

Diante da experiência que teve, mudou completamente a sua vida. Entregando todos os seus bens, viveu como pobre mendigo, e diante do altar de Nossa Senhora de Monte Serrat, deixou sua espada tornando-se um verdadeiro cavaleiro de Cristo na busca da Santidade.

Vivia a santa indiferença: “da nossa parte, não queiramos mais saúde que enfermidade, riqueza que pobreza, honra que desonra, vida longa que vida breve e, assim por diante em tudo o mais, desejando e escolhendo somente aquilo que mais nos conduz ao fim para o qual somos criados”.

Viveu durante muito tempo em oração e uma vida de pobreza, passando por muitas dificuldades. Nesse tempo foi que ele escreveu sua obra mais importante: os Exercícios Espirituais.

Mais tarde, ele vai para Paris estudar filosofia e teologia; em 1534, junto à Francisco Xavier e outros companheiros, fundou a Companhia de Jesus. Alguns membros foram enviados para evangelizar o Brasil. Ele preparou e enviou os missionários jesuítas ao mundo todo para espalhar o cristianismo. Na época, era algo novo e original e também providencial, devido a reforma protestante e a necessidade de evangelizar o Mundo Novo, a América.

A respeito da obra que ele havia fundado, dizia:

“O fim dessa companhia não é somente ocupar-se com a Graça Divina da Salvação e Perfeição da alma própria mas, com a mesma Graça, esforçar-se intensamente para ajudar a salvação e perfeição da alma do próximo.”

Santo Inácio de Loyola também é conhecido pela profundidade e pelo desejo de glorificar a Deus. Tinha como lema de vida: “Tudo para maior glória de Deus”.

E buscando essa glória de Deus, costumava fazer certas afirmações:

“Rogo a Deus, Nosso Senhor, que conceda a todos graça abundante para conhecermos sempre sua santíssima vontade e inteiramente a cumprirmos.”

“Ninguém sabe o que Deus faria de nós se não puséssemos tantos obstáculos à Sua Graça.”

“Conservem em toda a parte, a liberdade de espírito e diante de quem quer que seja, não faças acepção de pessoas. Nas situações mais opostas, conserva sempre a tal liberdade de espírito e não a percas diante de obstáculo nenhum. Nesse ponto nunca desista.”

Santo Inácio testemunhou com sua vida que vale a pena viver para maior glória de Deus. Daquele menino ambicioso que desejava ser um grande militar, Deus fez um grande santo, que fez bem ao mundo inteiro. Tanto que, a bula da sua canonização se refere a ele como o homem que tinha a alma maior que o mundo, porque a sua obra se espalhou pelo mundo inteiro trazendo Graça e Verdade para todos que queriam alcançar a Verdade de Cristo.

Morreu no dia 31 de julho de 1556, em Roma, na Itália. Foi canonizado em 1622.

A sua incessante busca interior e as suas revelações o fizeram escrever os Exercícios Espirituais e ser considerado o santo do discernimento dos espíritos. Foi declarado Padroeiro de Todos os Retiros Espirituais pelo Papa Pio XI em 1922.

Santo Inácio de Loyola, rogai por nós!

 

CLIQUE AQUI e participe do nosso grupo do Evangelho diário. Alimente-se da Palavra de Deus e tenha uma experiência profunda do amor de Deus. Breves meditações feitas por padres para iluminar sua vida.

CLIQUE AQUI baixe grátis o audio livro completo e gratuito “Didaqué, A Catequese dos Apóstolos”. Foi a primeira catequese usada para evangelizar os primeiros cristãos. Conheça essa preciosidade da nossa Igreja!

 

✨ Formação e Evangelização
✝️ Para uma experiência profunda do
❤️Amor de Deus
🕯️Acesse, divulgue, evangelize

São Bento: Biografia Completa e Ensinamentos do Papa Bento XVI Sobre Esse Grande Santo – 11 de julho (em áudio)

Previous article

Vida, Frases e Testemunho de Santo Afonso Maria de Ligório – 01 de Agosto

Next article

You may also like

More in Santos

Comments

Comments are closed.