Filmes/Séries

O motivo do estrondoso sucesso de The Chosen, na opinião do elenco

0
Foto Marcelo Valladão
Compartilhe nossos posts em suas redes

 

Confira a terceira parte da nossa entrevista com o elenco de The Chosen.

  • Acompanhe também o áudio original em inglês dessa terceira parte da entrevista (13 minutos):

Jonathan, eu estava olhando seu Instagram e vi que você foi a um programa de TV com Mark Wahlberg. Qual a importância de alguém, um ator, como uma pessoa religiosa, falar sobre sua fé tão abertamente em um programa de TV ou uma entrevista como esta?

Jonathan Roumie: Mark e eu trabalhamos juntos neste aplicativo de oração e meditação chamado Hallow. Eles trabalham com muitas pessoas diferentes e cada vez mais celebridades, pessoas que querem contribuir, participar desses desafios espirituais e meditações. Estou com eles desde 2021 e sim, fizemos alguns comerciais juntos para o aplicativo e ele tem sido incrível, ele é um ser humano altruísta. Ele estava no The Colbert Report, nós estávamos. Ele teve algumas outras aparições que eu não tive. Mas nós dois, que estamos fazendo a promoção para dizer “ei, estaremos na plateia”.

Ele tem um bom senso de humor, e foi um desafio pessoal mencionar o aplicativo tarde da noite. É muito divertido ver pessoas que você conhece, que se sentem confortáveis ​​ou chamados para expressar sua fé. Eu penso “uau, isso é ótimo” porque quando vejo as pessoas fazerem isso, me inspira e acho que inspira outras pessoas a serem mais ousadas no que eles acreditam. Há tantas pessoas na sociedade que pensam da mesma maneira, mas talvez estejam sub-representadas ou sentem que não podem falar sobre sua fé. Por causa da minha experiência com a fé e como isso mudou minha vida, comecei a falar sobre isso publicamente e isso meio que se tornou parte do que as pessoas me perguntam, não tenho problemas em falar sobre isso.

Não tenho problemas com isso e quanto mais estou aberto sobre isso, mais eu não tento esconder, mais oportunidades eu tenho e posso experimentar essas coisas realmente incríveis. Sinto que é mais ou menos assim, honrar a Deus pelo que Ele me deu. Eu o honro apenas respondendo às perguntas que as pessoas me fazem. Essas coisas incríveis acontecem e sinto que há um movimento que está se espalhando. É maravilhoso ver porque tantas pessoas se apaixonaram, como eu disse, como se não estivessem representadas, não podiam falar sobre isso, já faz muito tempo.

Leia mais:

Desde que eu estou sentado aqui a vontade é de dizer: “Jesus me dá um abraço”. Gostaria de saber se vocês viveram alguma situação inusitada com algum fã?

Lara Silva: Tínhamos acabado de filmar lá no estado de Utah, fomos tomar um sorvete, e uma pessoa na rua gritou “Ah você a Éden!” Me deu um beijo e um abraço. Eu me assustei com isso, mas é uma coisa muito legal, porque os fãs são muito apaixonados, muito engajados na história. Isso é sempre muito emocionante para eles e as pessoas sentem como se nos conhecessem de fato, porque assistiram os episódios e conhecem tanto o personagem, que é uma certa confusão entre o ator e o personagem. As pessoas acham que conhecem a Lara, na verdade não conhecem. É curioso também notar que não é muito comum para um ator topar com algum desconhecido na rua e ouvir desse desconhecido “a série mudou a minha vida”. Isso é muito específico dessa série, então também é uma coisa única, que eu valorizo muito.

Paras Patel: Beijos ainda não recebi, mas muitos “obrigado”. Nenhuma doideira desse tipo que a Lara descreveu mas reconhecimento pelo impacto que ele, o Mateus, tem na vida das pessoas.

Jonathan Roumie: O abraço está no topo da lista. Todo mundo quer abraços. E vou deixar um abraço depois, fique tranquilo.

A 4ª temporada vai ser difícil, vamos chorar muito, eu gostaria de saber o que vocês têm a dizer sobre isso, como vocês vêem a próxima temporada, o que vocês têm a falar sobre ela?

Paras Patel: Pessoalmente, o que está acontecendo comigo, com o início desta temporada, é que estou percebendo que terminará em breve, então estou pensando que nossa história terminará em breve, esta é a marca do começo do fim, isso é o que a 4ª temporada significa, então é meio que uma coisa pessoal e a da série, mas você sabe que é difícil porque a jornada só vai ficar mais difícil, mas vai acabar, eles são como minha família, então é nisso que eu começo a pensar.

Eu tenho pensado nessas coisas e então, quando estou assistindo a temporada estou percebendo que em breve isso será uma lembrança e é isso é difícil, mas nesta temporada você vai ver muitas coisas lindas acontecerem e é um pouco forte, mas saiba que estamos juntos nisso, somos uma família, todos nós, todos os espectadores escolhidos em todo o mundo e vamos superar isso porque sempre há luz no fim do túnel escuro.

Lara Silva: Em breve! (risos)

Jonathan Roumie: Tenho tentado ficar totalmente focado no presente, como em cada temporada, apenas focando nos momentos que estão acontecendo nos relacionamentos e nas reviravoltas que eles estão dando nisso, você sabe, isso tem sido para mim algo muito importante é tentar não pensar na temporada seguinte ou duas temporadas depois, acho que por estarmos presentes, sim, estamos olhando para momentos em que vemos os personagens retornando e as reviravoltas.

Você fica tipo, “uau”, o que é isso? É quase uma experiência espiritual para a história dos personagens da série e acho que, no final das contas, mesmo que possa haver momentos e cenas difíceis, será uma história mais satisfatória no final.

Assista todos episódios gratuitamente em https://osescolhidos.tv/

As Tradições da Missa do Domingo de Ramos e seus significados

Previous article

“As coisas ficaram realmente ruins, estava sem comida e desesperado”

Next article

You may also like

Comments

Comments are closed.