CatequeseSacramentos

Quantos milagres eucarísticos existem?

0
Foto de Leonardo Zanini
Compartilhe nossos posts em suas redes

 

Os milagres eucarísticos são fenômenos extraordinários e sobrenaturais que ocorrem em relação à Eucaristia, o sacramento do Corpo e Sangue de Jesus Cristo sob as aparências de pão e vinho. Esses milagres confirmam a presença real de Cristo na Eucaristia e fortalecem a nossa fé.

“Eu recebi do Senhor o que vos transmiti: que o Senhor Jesus, na noite em que foi traído, tomou o pão e, depois de ter dado graças, partiu-o e disse: “Isto é o meu corpo, que é entregue por vós; fazei isto em memória de mim”. Do mesmo modo, depois de haver ceado, tomou também o cálice, dizendo: “Este cálice é a Nova Aliança no meu sangue; todas as vezes que o beberdes, fazei-o em memória de mim”.” (I Coríntios 11, 23-26)

Jesus desejou ardentemente celebrar aquele momento: “Tenho desejado ardentemente comer convosco esta Páscoa, antes de sofrer” (Lc 22,15).

Na celebração da Páscoa, após instituir o Sacramento da Eucaristia, Ele disse aos Discípulos: “Fazei isto em memória de Mim. Pegando o cálice, deu graças e disse: Tomai este cálice e distribui-o entre vós. Tomou em seguida o pão e depois de ter dado graças, partiu-o e deu-lho, dizendo: Isto é o meu corpo, que é dado por vós; fazei isto em memória de mim” (Lc 22, 17-19).

Na noite em que foi traído, mais nos amou; bebeu o cálice da Paixão até a última e amarga gota. São João disse que: “Antes da festa da Páscoa, sabendo Jesus que chegara a sua hora de passar deste mundo ao Pai, como amasse os seus que estavam no mundo, até o extremo os amou” (Jo 13,1).

Desde a instituição da Eucaristia por Jesus na Última Ceia, a Igreja Católica tem documentado numerosos milagres eucarísticos ao longo dos séculos.

Atualmente, estima-se que existam mais de 150 casos documentados em todo o mundo, abrangendo diferentes épocas e locais. Esses eventos variam em natureza e circunstâncias, mas geralmente envolvem ocorrências extraordinárias como a transformação visível da hóstia em carne e do vinho em sangue, a preservação incorrupta de hóstias consagradas por longos períodos, ou a manifestação de fenômenos inexplicáveis durante a celebração da Missa.

Leia mais:

Um dos milagres eucarísticos mais conhecidos e bem documentados é o Milagre de Lanciano, ocorrido no século VIII na cidade de Lanciano, Itália. Durante a celebração da Missa, um monge que duvidava da presença real de Cristo na Eucaristia testemunhou a transformação da hóstia em carne e do vinho em sangue. Esses elementos foram preservados e, séculos mais tarde, análises científicas realizadas em 1971 e 1981 confirmaram que se tratava de tecido cardíaco humano e sangue do tipo AB.

Outro exemplo é o Milagre de Bolsena-Orvieto, ocorrido em 1263 na cidade de Bolsena, Itália. Durante a Missa, um sacerdote que também tinha dúvidas sobre a transubstanciação viu a hóstia sangrar, manchando o corporal (um pano usado no altar). Este evento levou à instituição da festa de Corpus Christi pelo Papa Urbano IV.

Na América Latina, destaca-se o Milagre de Lanciano de Buenos Aires, ocorrido em 1996. Durante a distribuição da Eucaristia, uma hóstia caiu no chão e, após ser recolhida, foi colocada em um recipiente com água para dissolver-se. Dias depois, a hóstia não apenas não havia se dissolvido, mas havia se transformado em uma substância semelhante a carne. Testes científicos realizados revelaram que se tratava de tecido humano, especificamente do músculo do coração.

Esses são apenas alguns exemplos dos muitos milagres eucarísticos que a Igreja Católica considera autênticos. Cada caso é sujeito a rigoroso escrutínio e investigação antes de ser reconhecido oficialmente, envolvendo tanto especialistas em teologia quanto cientistas.

Os milagres eucarísticos são um testemunho poderoso da presença de Cristo na Eucaristia e um chamado à renovação da fé e da reverência por este sacramento central. Eles também servem como sinais de que a fé transcende o entendimento humano e que Deus se manifesta de formas misteriosas e surpreendentes.

Jesus Sacramentado, nosso Deus amado!

O Exorcismo de Santo Antônio para rezar todos os dias

Previous article

Você sabe por que julho é o mês do Preciosíssimo Sangue de Cristo?

Next article

You may also like

More in Catequese

Comments

Comments are closed.